sexta-feira, 8 de junho de 2018

Dnit promete entregar a obra do novo viaduto da Abel Cabral em julho



O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) pretende entregar novo viaduto e trincheira na BR-101, no trecho entre Natal e Parnamirim, em julho. As chuvas das últimas semanas atrapalharam a entrega das edificações sobre as avenidas Abel Cabral e Maria Lacerda Montenegro.

Ainda de acordo com o órgão federal, em agosto será iniciado o serviço de recuperação da atual rodovia. Atualmente, falta executar aproximadamente 30% da meta física para a obra da Abel Cabral, como o prolongamento do túnel de Acesso à Avenida das Alagoas, mais conhecido como o “Túnel do Makro”.


Ao todo, as obras de reestruturação da BR-101 estão distribuídas por um trajeto de 14 quilômetros de extensão. Perfazem o trecho entre o bairro de Neópolis, em Natal, e seguem até a área urbana de Parnamirim. O custo das obras está estimado em R$ 157 milhões.


Além disso, para a conclusão de todo o conjunto de obras, o Dnit ainda precisa finalizar os segmentos de vias marginais na travessia urbana de Parnamirim, bem como o viaduto de acesso ao centro de Parnamirim, que será erguido nas proximidades do Parque Aristófanes Fernandes.


Por fim, cinco passarelas para pedestres, implantação de defensas e passeios públicos serão edificados ao longo do trajeto. As unidades serão construídas no acesso às avenidas Abel Cabral e Maria Lacerda, em Nova Parnamirim, além de outra no bairro de Emaús. As restantes ficarão na área urbana de Parnamirim.


O Dnit explica que a estrutura não terá vias exclusivas para a circulação de bicicletas. A justificativa é de que o segmento apresenta severa restrição à implantação de ciclovia. “O Dnit já se manifestou oficialmente de forma contrária à implantação de ciclofaixas e/ou vias compartilhadas com ônibus no segmento, devido ao elevado volume de tráfego no local e objetivando manter níveis de serviço adequados no segmento”, detalha o órgão, em nota.


Ainda de acordo com o órgão, após a conclusão das obras, o trânsito ganhará fluidez. A estimativa é de que a velocidade média seja 80 km/h na pista principal. Já as marginais terão média de 60 km/h.



Nenhum comentário:

Postar um comentário